Resultado inédito na Copa do Mundo por equipe de Florete Misto em Budapeste



Terminou no último domingo a copa do mundo juvenil de florete em Budapeste (HUN).

Nossos atletas tiveram um ótimo resultado na prova de equipes no domingo.

A competição de equipe mista de florete iniciou nesta temporada e o grupo unionista iniciou com Medalha de Bronze.

A equipe formada por Gabriela Cecchini, Mariana Pistoia, Pedro Marostega e Daniel Zanette conquistou o 3º lugar após vencer a Grã Bretanha na disputa do Bronze.

É a primeira vez que uma equipe brasileira ganha medalha em Copa do Mundo de Equipe Mista Juvenil.


Esgrimista do Club Athletico Paulistano Guilherme Murray é homenageado pelo fair play



O atleta Guilherme Murray, de apenas 14 anos, recebeu das mãos do ministro do Esporte, Leonardo Picciani, o Diploma Internacional de Fair Play durante a realização das provas de Esgrima dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O reconhecimento veio neste domingo, na Casa Brasil, por ele ter alertado o árbitro sobre um erro que lhe daria uma vitória no Campeonato Panamericano de Esgrima, em Aruba, no Caribe, há um ano

Guilherme competia contra o peruano Felipe Scaccabarozzi no quarto de 16, quando foi assinalado tocado. Guiga, como é conhecido no meio, avisou o árbitro que não havia realmente tocado seu oponente, que sua espada, por algum mal contato, havia marcado ponto sem haver o toque real.

Este gesto, apesar de ser definido pelo atleta e por todos como corriqueiro e normal no meio da Esgrima, foi reconhecido pelo Comitê Internacional para o Fair Play (CIFP, na sigla em inglês), órgão do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Estiveram presentes a cerimônia o presidente do CIFP, Jenno Kamutti, o membro da Federação Internacional de Esgrima Sunil Sabharwal e o pai de Guilherme, Alberto Murray Neto.




Nota de falecimento



"Ao Mestre Heitor. Técnico, mestre, educardor, amigo e exemplo de vida digna, eterna saudade dos amigos, esgrimistas e equipe CBE.
Missão cumprida!."




Campeões Pan-Americanos.


É com muita alegria que comunicamos o sucesso dos esgrimistas brasileiros no Campeonato Pan-Americano Cadete e Juvenil, que ocorreu na cidade de Cancun, México, de 27 de fevereiro a 4 de março de 2016.

Pódio da Espada Masculina Cadete


Pódio do Florete Feminino Juvenil


Pódio da Espada Masculina Juvenil


Os dois Campeões do Brasil


Renzo Agresta aposta na força da mente e intercâmbio.

Matéria publicada no Jornal O Globo em 11 de janeiro de 2016.


Clique aqui para a matéria na íntegra

O esgrimista Renzo Agresta - Guito Moreto / Agência O Globo

por Tatiana Furtado para o Jornal O Globo em 11/01/2016

O sabre empunhado por Renzo Agresta não emite qualquer tipo de luz. Mas pode levar o Brasil a uma "galáxia" até então muito distante para os brasileiros: o olimpo. Presente nas últimas três edições dos Jogos, o melhor esgrimista do país, atualmente na 19ª posição no ranking olímpico, que fecha em abril, não descarta uma surpresa no Rio. A crença vem da conquista do ouro nos Jogos Mundiais Militares, na Coreia do Sul, e o bronze no Pan de Toronto-2015.

- A minha meta é medalha, pois acredito que posso chegar lá. Já ganhei de medalhistas olímpicos e mundiais neste último ciclo. E vejo as Olimpíadas até mais fácil do que as Copas e os Grand Prix, pois é muito mais restrita. São menos de 30 atletas e a chance de ir mais longe é maior. Além disso, o nível de estresse é altíssimo. Muitas vezes, os favoritos caem antes - explica o esgrimista de 30 anos, que conta com a torcida a favor para fazer pressão nos adversários e na arbitragem.

A força atualmente está dividida entre russos, coreanos, alemães e italianos. Com alguns americanos querendo dominar o cenário mundial. Para alcançá-la, Renzo foi até a origem de uma das melhores escolas do esporte. Desde 2005, ele alterna treinos no Brasil e na Itália, numa parceria entre as confederações dos dois países. Lá, ele trabalha com a seleção local, comandada por Alessandro D'Agostino, e treina no Clube Scherma Roma. No Brasil, ele é do Pinheiros, de São Paulo, sua cidade natal.

- Tenho feito isso a cada ciclo olímpico. Dois anos antes vou para a Itália e faço o treinamento para as competições lá. Meu nível de esgrima melhorou muito neste período. Ganho ritmo jogo e disputo com os melhores - conta o paulista, descendente de italianos por parte de pai.

competidores mais magros

O treinamento de um esgrimista não exige as mesmas habilidades de um Cavaleiro Jedi, que, inclusive, precisa fabricar sua própria arma. Porém, o esforço não é nada desprezível. São dois turnos de atividades diárias - física e técnica -, com o peso do sabre de pouco mais de meio quilo e do uniforme encharcado de suor.

- É um esporte que o físico conta muito e a maioria para por volta dos 35 anos. O biotipo também é determinante para cada arma (além do sabre, há a espada e o florete), mas todos têm perfil de atleta. O sabre exige rapidez, por isso, os competidores são mais magros - descreve Renzo, de 1,81m e 75 kg, que também já pensa no futuro. - Me formei em administração na Itália e tenho MBA pela FGV.

A prática de outros esportes também serviu como base. Iniciado no tênis quando era criança, ele acredita que alguns movimentos o ajudaram.

- A base das pernas é bem parecida, o deslocamento do corpo... - diz Renzo, que lê sobre a vida de atletas de alto nível, como Guga, e livros de psicologia, para aprimorar a força da mente.


Agradecimento do Rio2016 - Programa Transforma.

E-mail enviado no dia 11 de novembro de 2015 para a CBE.


Prezados parceiros!

É com muita alegria que comunicamos o sucesso de mais um Festival Esportivo Transforma! Desta vez nosso destaque e parabéns são para a Vila Olímpica Ary de Carvalho, na Vila Kennedy, que apesar da chuva durante a semana, a equipe, comandada por Carlos Dória e Alexandre Barauna, acreditou e conseguiu garantir a presença de 600 pessoas, incluindo crianças, pais, professores, organizadores e instrutores das Confederações brasileiras.

Obrigada à SMEL representada pela Mina e Daniel Bove, e às Confederações dos esportes - esgrima, rugby, golfe, voleibol, lutas, taekwondo, tênis, badminton, goalball, futebol de 5, vôlei sentado, canoagem e atletismo, que também acreditaram no evento e não mediram esforços para oferecer o melhor para a comunidade presente. Muito obrigada também aos atletas (olímpicos e paralímpicos) da natação (Ciro Delgado, agora Sub-Secretário de Estado de Esportes), canoagem (Daniel Gomes, Carlos Eduardo, Wilson Conceição e o técnico da seleção brasileira, Pedro Sena); da esgrima (Kaiene Valentim); do rugby (Ramon Diego), do tênis de mesa (Gian Sebastião) e da luta olímpica e taekwondo que nos trouxeram a inspiração e excelência dos Jogos ao evento! Nosso parabéns e obrigada também à equipe da canoagem pelo maravilhoso show de apresentação do esporte na piscina, que levantou aplausos de todo o público.

A seguir, três gráficos, com a preferência dos participantes pelos esportes que experimentaram. Dos 222 crachás devolvidos pelas crianças, onde responderam "Qual esporte que mais gostou?", destacamos os seguintes esportes: vôlei, golfe, futebol de 5 e rugby. Ao comparar a preferência das meninas e meninos, o voleibol foi o campeão, mas em segundo lugar, o golfe foi o preferido pelas meninas, e o futebol de 5, pelos meninos. Este resultado aponta caminhos favoráveis para ampliação do cardápio esportivo na Vila Olímpica e nas escolas, a partir do interesse da comunidade local. Este é mais um dos legados do Festival Transforma!



A seguir algumas fotos que mostram o entusiasmo e alegria no Festival na Vila Kennedy. E para finalizar, todos os participantes comemoraram o 12º aniversário da Vila Olímpica, com uma bela festa, distribuição de bolo e sorteio de brindes! Parabéns Vila Kennedy!


Saudações olímpicas e paralímpicas!
Vanderson Berbat, Dora Castanheira e Karina Lins e Silva
Programa Transforma
Obs: crédito das fotos: André Redlich


Matéria do Jornal O Globo sobre a conquista do esgrimista Renzo Agresta.

Matéria publicada em 6 de outubro de 2015.


Renzo Agresta: campeão de esgrima morde a medalha de ouro conquistada nos Jogos Mundiais Militares de 2015, na Coreia do Sul - Felipe Barra / Felipe Barra/Divulgação/Ministério da Defesa

DIVULGAÇÃO DOS VALORES DE BOLSA AUXÍLIO E COMPETIÇÕES PATROCINADAS.


Para conhecimento, a CBE está divulgando os valores que deverão ser praticados até o final do ano, relativos ao pagamento da bolsa auxílio destinada aos atletas da equipe principal do alto rendimento, levando-se em consideração as possibilidades/prioridades já estabelecidas com vistas a obtenção de resultados nos JO Rio 2016.

 NOME   ATUAL R$   OBSERVAÇÃO 
 SM - 1º classificado   4.720,00   PETROBRAS(TP) 
 EF - 1º classificado   4.720,00   PETROBRAS(TP) 
 FM - 1º classificado   3.720,00   PETROBRAS 
 FM - 2º classificado   3.720,00   PETROBRAS 
 FM - 3º classificado   3.000,00   PETROBRAS 
 FM - 4º classificado   2.100,00   PETROBRAS 
 SF - 1º classificado   2.100,00   PETROBRAS 
 FF - 1º classificado   2.100,00   PETROBRAS 
 EM - 1º classificado   3.000,00   PETROBRAS 
 EF - 2º classificado   2.100,00   RECURSO LAP 
 EF - 3º classificado   1.900,00   RECURSO LAP 
 EM - 2º classificado   2.100,00   RECURSO LAP 
 EM - 3º classificado   1.900,00   RECURSO LAP 
 FF - 3º classificado   1.900,00   RECURSO LAP 
 SM - 2º classificado   1.500,00   RECURSO LAP 
 SM - 3º classificado   1.200,00   RECURSO LAP 
 SF - 2º classificado   1.100,00   RECURSO LAP 
 SF - 3º classificado   900,00   RECURSO LAP 


COMPETIÇÃO LOCAL Início Término ARMA NAIPE TEC ATL
Copa do Mundo Caracas Caracas / VEN 09/10/2015 11/10/2015 Sabre Feminino 0 1
Copa do Mundo Tunis Tunis / TUN 09/10/2015 11/10/2015 Sabre Masculino 1 1
Copa Mundo S. Francisco São José / EUA 16/10/2015 18/10/2015 Florete Masculino 1 4
Copa do Mundo Cancun Cancun / MEX 16/10/2015 18/10/2015 Florete Feminino 0 1
Copa do Mundo Legnano Legnano / ITA 23/10/2015 25/10/2015 Espada Feminina 1 1
Copa do Mundo Berne Berne / SUI 23/10/2015 25/10/2015 Espada Masculina 0 1
Troféu BNP Paribas Orleans / FRA 30/10/2015 01/11/2015 Sabre Feminino 0 1
Copa do Mundo Budapeste Budapeste / HUN 30/10/2015 01/11/2015 Sabre Masculino 1 1
Princípe Takamodo WC Tóquio / JAP 06/11/2015 08/11/2015 Florete Masculino 1 4
Copa do Mundo St. Maur St Maur / FRA 06/11/2015 08/11/2015 Florete Feminino 0 1
Torneio Internacional Nanjing / CHN 13/11/2015 15/11/2015 Espada Feminina 1 1
Glaive de Tallin Tallin /EST 13/11/2015 15/11/2015 Espada Masculina 0 1
Grande Prêmio Torino Torino / ITA 27/11/2015 29/11/2015 Florete Masculino 1 2
Grande Prêmio Torino Torino / ITA 27/11/2015 28/11/2015 Florete Feminino 0 1
Grande Prêmio Doha Doha / QAT 04/12/2015 05/12/2015 Espada Masculina 0 1
Grande Prêmio Doha Doha / QAT 05/12/2015 06/12/2015 Espada Feminina 1 1
Absolute Fencing Gear Nova Iorque / EUA 12/12/2015 13/12/2015 Sabre Feminino 0 1
Absolute Fencing Gear Nova Iorque / EUA 12/12/2015 13/12/2015 Sabre Masculino 1 1
Challenge Internacional Paris / FRA 15/01/2016 17/01/2016 Florete Masculino 1 4
The Artus Court PKO BP Gdansk / POL 15/01/2016 17/01/2016 Florete Feminino 0 1
Heidenheimer Pokal Heidenheimer / ALE 21/01/2016 23/01/2016 Espada Masculina 0 1
Copa Mundo Cidade Barcelona Barcelona / ESP 22/01/2016 24/01/2016 Espada Feminina 1 1
Copa do Mundo Atenas Atenas / GRE 29/01/2016 31/01/2016 Sabre Feminino 0 1
Troféu Luxardo Padova / ITA 29/01/2016 31/01/2016 Sabre Masculino 1 1
Lowe Von Bonn Bonn / ALE 05/02/2016 07/02/2016 Florete Masculino 1 4
Copa do Mundo Argentina B. Aires / ARG 12/02/2016 14/02/2016 Espada Feminina 1 1
Sabre de Wolodyjowski Varsóvia / POL 19/02/2016 21/02/2016 Sabre Masculino 1 1
Grande Prêmio Havana Havana / CUB 11/03/2016 12/03/2016 Florete Feminino 0 1
Grande Prêmio Havana Havana / CUB 11/03/2016 13/03/2016 Florete Masculino 1 2
Westend Grande Prêmio Budapeste / HUN 18/03/2016 20/03/2016 Espada Feminina 1 1
Westend Grande Prêmio Budapeste / HUN 18/03/2016 20/03/2016 Espada Masculina 0 1
Grande Prêmio Seul Seul / C.SUL 25/03/2016 26/03/2016 Sabre Feminino 0 1
Grande Prêmio Seul Seul / C.SUL 25/03/2016 26/03/2016 Sabre Masculino 1 1
Grande Prêmio RJ Rio de Janeiro / BRA 22/04/2016 23/04/2016 Espada Feminina 1 1
Grande Prêmio RJ Rio de Janeiro / BRA 23/04/2016 24/04/2016 Espada Masculina 0 1
Fleuret de St-Petesbourg St-Petesbourg / RUS 13/05/2016 15/05/2016 Florete Masculino 1 4
Vila de Madri Madri / ESP 13/05/2016 15/05/2016 Sabre Masculino 1 1
Copa Mundo Johannesbourg Johannesbourg / RSA 20/05/2016 22/05/2016 Espada Feminina 1 1
Moscou Sabre Grande Prêmio Moscou / RUS 27/05/2016 28/05/2016 Sabre Masculino 1 1
Moscou Sabre Grande Prêmio Moscou / RUS 28/05/2016 29/05/2016 Sabre Feminino 0 1
Grande Prêmio Xangai Xangai / CHN 03/06/2016 04/06/2016 Florete Feminino 0 1
Grande Prêmio Xangai Xangai / CHN 03/06/2016 05/06/2016 Florete Masculino 1 2
Campeonatos Panamericanos Atlanta / EUA 06/06/2016 12/06/2016 Todas Mas/Fem 3 9


GERLI DOS SANTOS
Presidente da CBE


CAMPEONATO PAN-AMERICANO INFANTIL DE ESGRIMA.


O esgrimista Lucas Lara, 10 anos, da cidade de Lins-SP, do Projeto Esgrima Para Todos - da Escola de Esgrima Abel Mellian, conquistou no Pan 2015 realizado no Peru, a medalha de prata, coroando assim, todo seu esforço e dedicação.

Texto de email vindo de Roberto Cesar Caldeira.


Atletas militares são condecorados com a Medalha Marechal Osório.

Matéria publicada originalmente em 25 Agosto 2015, no site do Ministério da Defesa.


Brasília, 25/08/2015 - Atletas militares que integram o Programa de Alto Rendimento das Forças Armadas receberam nesta terça-feira (25) a Medalha Marechal Osório - O Legendário. A comenda é entregue em alusão ao Dia do Soldado, comemorado em 25 de agosto em diversas capitais do país.

Foto: Felipe Barra / MD
Atletas militares são condecorados no Dia do Soldado
Atletas militares são condecorados no Dia do Soldado

Na cidade do Rio de Janeiro 30 esportistas foram agraciados. Desse total, 19 irão representar o Brasil nos Jogos Mundiais Militares que acontecem de 2 a 11 de outubro, na República da Coreia.

Foto: Felipe Barra / MD
Medalhista pan-americano, Guilherme Toldo, é homenageado pelo Exército
Medalhista pan-americano, Guilherme Toldo, é homenageado pelo Exército
Nomes como Leonardo de Deus, ouro e bronze na natação durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá; Guilherme Toldo, prata na esgrima também em Toronto, e Jailma Lima, prata no Pan de Guadalajara, estavam entre os homenageados. Ainda foram agraciados representantes do atletismo, boxe, pentatlo moderno, taekwondo, tiro esportivo, triatlo, vôlei, além de outros atletas da esgrima e natação.

Já em Brasília (DF), a solenidade realizada no Quartel-General do Exército condecorou os esportistas da Força Terrestre, 3º sargentos Renzo Agresta, Rayssa Costa e Thiago Simon. Todos eles irão representar o país nos Jogos Mundiais Militares da Coreia.

Ouro no Pan-Americano de Toronto, o nadador Thiago Simon agradeceu, entusiasmado e feliz, ao Exército pelo distintivo. "Eu entrei este ano na Força. A medalha, para mim, é o mais alto marco onde consigo chegar. E eu cheguei. Agradeço por receber os valores militares, como o respeito. Todo atleta sai ganhando com isso em termos de competição", disse.

Para o medalhista de bronze em Toronto, o esgrimista Renzo Agresta, "todo atleta é movido a reconhecimento". "Ver que o Exército e as pessoas acreditam nos seus resultados a ponto de te homenagear é uma honra." Ele ingressou na carreira militar em 2009, logo no primeiro edital do Programa Atletas de Alto Rendimento.

Foto: Gilberto Alves / MD
Cerimônia em Brasília também condecorou os atletas militares
Cerimônia em Brasília também condecorou os atletas militares

A também esgrimista Rayssa Costa concorda que a medalha é o reconhecimento do trabalho e esforço do dia a dia do atleta. "Tem uma frase que gosto muito, mas não sei a autoria que diz 'eu posso ainda não estar lá, mas estou mais próximo do que ontem'", filosofou. Ela foi bronze no Pan deste ano.

Foto: Gilberto Alves / MD
Thiago Simon, Rayssa Costa e Renzo Agresta representarão o Brasil em outubro nos Jogos Mundiais Militares
Thiago Simon, Rayssa Costa e Renzo Agresta representarão o Brasil em outubro nos Jogos Mundiais Militares

Instituída em 2008, a insígnia destina-se a premiar militares do Exército que apresentaram excelente desempenho funcional e se destacaram por excepcional preparo físico, demonstrado em testes de aptidão ou participação em competições nacionais e internacionais.

Atletas de Alto Rendimento

Atualmente, o Programa Atletas de Alto Rendimento das Forças Armadas conta com 708 desportistas militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. São 167 de carreira e 541 temporários. O projeto é uma iniciativa do Ministério da Defesa em parceria com o Ministério do Esporte.

Foto: Felipe Barra / MD
A atleta Jailma Lima é uma das 708 integrantes do Programa Atletas de Alto Rendimento do Ministério da Defesa
A atleta Jailma Lima é uma das 708 integrantes do Programa Atletas de Alto Rendimento do Ministério da Defesa

O objetivo é fortalecer a equipe militar brasileira em eventos esportivos de alto nível. A parceria entre os ministérios consiste ainda em apoiar os atletas com vistas à melhoria de desempenho, bem como na descoberta de novos talentos esportivos.

Por meio do programa, os desportistas recebem todos os benefícios da carreira militar como soldo, 13º salário, plano de saúde, férias, direito à assistência médica, além de acesso as instalações esportivas militares adequadas para treinamento. Os atletas também são beneficiados pelas bolsas Pódio e das categorias Olímpica, Internacional e Nacional do Ministério do Esporte.

Por Marina Rocha

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
61 3312-4071



Site do Ministério da Defesa


CAMPEONATO PAN-AMERICANO INFANTIL DE ESGRIMA.


Hoje Guilherme obteve sétima colocação no Panamericano de Esgrima, até 14 anos, aqui em Lima. Foi o primeiro colocado entre os atletas com treze anos (categoria dele) de todas as Américas. Mais uma conquista. Na fotografia, com o Mestre D'Armas Ricardo Ferrazzi, a quem agradecemos, junto com os Mestres Régis Trois de Avila e Carla Evangelisti, que compõem sua equipe técnica de todos os dias. Obrigado ao Club Athletico Paulistano e a todos que estimulam e, de alguma forma, contribuem com tudo isso. Abraços.

Alberto Murray Neto

Texto de email vindo do pai do esgrimista Guilherme Murray


NOTA DE FALECIMENTO.


Com pesar, que participamos o falecimento da esposa do nosso conselheiro fiscal e amigo Guiovaldo Laport, Dra. Rita Laport, ocorrido na noite do dia 19 de abril de 2015 no Hospital de Brasília.
O velório será realizado no Oratório do Soldado - SMU, dia 19 de abril de 2015, a partir de 10:30h com missa de corpo presente às 19:00h.


ENTREVISTA DO MESTRE D´ARMAS EDUARDO ROMÃO A ESTUDANTE DE JORNALISMO DA PUC/MG.


Caro Carlos Starling boa tarde.
Meu nome é Eduardo Romão Gomes e sou Mestre de Esgrima a mais de vinte anos, sendo praticante a mais de 25 anos.
Conheço a Elora desde que ela iniciou na esgrima em São Paulo, pois sou de lá.
Tenho muita admiração da dedicação da Elora e de seus resultados, tendo acompanhado vários deles nestes anos todos.
Sou do tempo em que a esgrima era um esporte muito fechado e que girava em torno de uma só pessoa, que era o presidente da Confederação Brasileira, até os jogos de Pequim. Após os Jogos houve uma surpreendente eleição na Confederação e um novo presidente assumiu e as coisas começaram a modificar.
Antes de responder às suas perguntas tenho que esclarecer alguns fatos que ficaram omissos em toda esta discussão nestes últimos tempos via redes sociais e.imprensa.
Nunca, desde que entrei para a esgrima, tivemos tanto diálogo e tantas modificações que melhoraram os resultados dos atletas nacionais quanto nos últimos 8 anos na esgrima brasileira. Evoluímos neste período mais que o triplo do que nos vinte anos anteriores.
Falar que ela está perfeita não seria verdade, porém evoluímos muito nestes anos.
A esgrima brasileira vive de cobertor curto, ou cobre os pés ou a cabeça, uma das partes sempre irá ficar descoberta, porém a diversificação de investimentos que foram feitas mesmo com poucos recursos ou até com parcerias com clubes e associações fizeram com que a esgrima do Brasil desse um salto de qualidade.
Acredito que a Elora deva ter suas frustrações, mas creio também que o que faltou para ela foi informação e bom senso.
O Presidente da Confederação deu uma entrevista no domingo dia 8 à CBN do Rio para o repórter Carlos Eduardo Eboli onde ele fala dos critérios para que um atleta do Brasil possa receber auxílio para jogar, não vou entrar neste mérito, pois se ela não recebeu verba para auxiliar em seu treinamento é porque não atingiu aos objetivos que deveriam ser alcançados.
Chamar os dirigentes da CBE e treinadores de corruptos ou coniventes foi uma falta de conhecimento dos fatos ou de uma irresponsabilidade absurda.
Vamos as suas perguntas agora.

1 - A Confederação como órgão gestor da esgrima no território nacional tem como verbas que faz parte de seu orçamento recursos da lei Agnelo/Piva desde 2001, recursos do contrato de patrocínio com a Petrobrás desde 2011 além dos recursos com inscrições de atletas na CBE e em competições e as mensalidades dos clubes e associações.

O contrato de Patrocínio com a Petrobrás começou com um montante e foi diminuindo a cada renovação de contrato e que obrigou a Confederação a reduzir o número de atletas a ser contemplados com este recurso ao longo destes anos. Este contrato é exclusivo para atletas de alto rendimento o que impede investimentos em outras categorias.

A Confederação tem ainda os recursos da Lei Piva onde ela não fica com o dinheiro. Ela tem um crédito junto ao COB e a medida em que forem sendo apresentados os projetos anteriormente planejados a verba vai sendo liberada e auditada.

A Confederação ainda tem gastos com RH que saem da Lei Piva.

Para resumir a Confederação vem fazendo o possível para contemplar a maior parte dos atletas melhores colocados no Ranking Nacional tendo em vista a preparação para os Jogos Olímpicos do Rio 2016.

Quanto à ajuda financeira governamental com a exceção da Lei Piva nada foi feito desde 2009. O Governo lançou o Projeto Brasil Medalhas 2016 a menos de 3 anos do início dos jogos. Isso é uma jogada política idiota e sem cabimento, pois ninguém faz nada novo em menos de 3 anos dos Jogos, no máximo pode auxiliar o que já está feito.

O que alavancou um pouco a esgrima foi a parceria da CBE com os clubes que conseguiram verba através da lei de incentivo ao esporte.

Se olharmos por este lado houve um avanço nas relações governo e entidade de prática desportiva.

2 - Quanto a esta questão vou reproduzir um texto encaminhado pela presidência da Confederação ao público em geral da esgrima, segue abaixo:

"Quanto ao assunto, o Ministério do Esporte publicou Chamada Pública para que os interessados se habilitassem aos recursos disponíveis por meio dos respectivos projetos, o que evidentemente o fizemos. Entramos com toda documentação requerida, as devidas certidões e o respectivo projeto no dia 07 de setembro de 2012, com assinatura do documento no ME em 31 de dezembro de 2012, cujos desembolso estava previsto para o este mesmo mês de dezembro, o que evidentemente não ocorreu Seguindo os tramites administrativos decorrentes, o nosso projeto foi publicado no dia 11 de janeiro no Diário Oficial da União, com os recursos liberados em 07 de fevereiro de 2013.

Ainda, para que a CBE pudesse movimentar os recursos liberados, por determinação do ME, além da abertura da conta junto à instituição financeira tivemos que habilitar o projeto a fim de operacionalizar a conta através do sistema Ordem Bancária de Transferência Voluntária - OBTV, o que demandou muito mais tempo, só disponibilizando, efetivamente, os recursos em agosto de 2013. Fica a pergunta: qual a nossa responsabilidade direta nos fatos acima elencados, que praticamente inviabilizaram todo o nosso projeto, se em todos estes fatos nós não demos causa? Nenhuma. Por essa razão estamos sendo "taxados" de incompetentes?

É muito fácil criticar, principalmente sem o devido conhecimento de causa. Entretanto, pelo exposto, pode-se observar que a CBE fez a sua parte e só pode iniciar a execução do projeto passados quase um ano de sua proposição, comprometendo todo o planejamento original, sem que para isto a nossa instituição tenha dado causa. Estes são os fatos !!!

Ratificamos entre a entrada de nossa proposta e a efetiva liberação dos recursos, lamentavelmente, transcorreram muitos meses e dentre estes meses já havia a previsão da participação de nossa equipe em muitas das competições internacionais que evidentemente não puderam ser realizadas. Assim, executamos aquelas que foram possíveis, constantes do projeto original.

Além desse fato alguns outros ocorreram durante a execução do projeto como por exemplo, ente outros: quando da elaboração do projeto alguns esgrimistas estavam residindo em uma determinada cidade do Exterior e quando da execução de uma destas competições que envolvia os atletas, estes já não se encontravam na cidade original, ou haviam retornado para o Brasil; cidade onde havia a previsão da realização de "camping training" se encontrava em guerra, como foi o caso da Ucrânia, em guerra ainda hoje, antecipação da data de início do calendário internacional da Federação Internacional de Esgrima, etc. Novamente, tais fatos impactaram na execução do todo o proposto.

Por obrigação constante na chamada pública, tivemos que solicitar aditamento ao projeto original, com novas alterações, solicitações estas que obrigatoriamente tiveram que ser submetidas ao ME, com novos prazos, novas autorizações de utilização dos recursos que demandaram tempo e novamente impactaram na execução de várias competições.

O instrumento celebrado se encerraria em fevereiro próximo passado, mais precisamente no dia 16, ou seja, havia a possibilidade de solicitarmos, dentro do prazo, novo aditamento, nossa intenção. Entretanto, em razão de termos de repetir todo o processo e com possível não cumprimento, de algumas das ações propostas, no dia 05/02 (quinta-feira), às 17h00min, estivemos presentes na Snear, em reunião com integrantes daquele Álto Órgão para tratarmos do assunto.

Nesta reunião, foi levantada a hipótese de caso não fosse possível executar todo o objeto do Convênio, mesmo não tendo a Confederação dado causa aos fatos acima elencados, de termos que devolver todo o recurso disponibilizado.

Diante desta possibilidade, por cautela jurídica e pelo fato da Confederação já ter vivido experiência anterior em gestões passadas, devolvendo recursos de projetos já auditados e aprovados (mais de dez anos), decidimos pela finalização do projeto em lide, comunicando oficialmente nessa reunião a nossa decisão.

Evidentemente, o que vem sendo publicado em alguns órgãos da imprensa, por qualquer razão que ultrapassam o nosso conhecimento e entendimento, não materializam os reais fatos acima expostos, obviamente repassando para o público em geral a imagem de irresponsabilidade e mesmo de incapacidade de gestão.

Nesta esteira, surgiram alguns boatos maldosos em relação a empresa contratada para a realização deste projeto. A contratação da empresa SB Promoções foi realizada, oriunda de procedimento de tomada de preços realizada pela CBE, e de pleno conhecimento do ME. Os pagamentos a essa empresa estão previstos na regulamentação do Convênio firmado com aquele alto órgão, bem como previstos na legislação que trata das Chamadas públicas.

Esta empresa é uma das tantas credenciadas pelo ME, e possui diversos contratos com outras entidades (clubes esportivos, federações, confederações, etc) com o mesmo ou similar objeto, qual seja, "...recebimento de documentos para o projeto, classificação contábil dos documentos, monitoramento do andamento do projeto, prestação de contas, logística de embarque de toda a comissão, assessorar na aquisição de passagens e reservas de hotéis e analisar as propostas de fornecedores e sua idoneidade...", e tal contratação não reflete qualquer incapacidade por parte da contratante e sim a utilização dos serviços de uma empresa devidamente ha regularmente utilizada pela maioria das Confederações e Clubes

Foram pagos à SB Promoções o valor total de R$ 98.400,00 em oito parcelas de R$ 12.300,00. Tais informações são públicas, e constam no SICONV.

Quanto a SB Promoções pertencer a pessoas que integram a diretoria da CBE, tal informação é absurdamente inverídica!!! Trata e oportuna aos críticos de plantão."



Destes fatos citados na carta da presidência da CBE vários treinadores e presidentes de Federação estavam sabendo do problema. O Fato é que a Comissão de atletas nunca se faz presente nas reuniões convocadas pela CBE por isso esta falta de informação.

Quero deixar claro que erros podem ter sido cometidos, mas nunca em benefício de um e em prejuízo de outro.

Em minha opinião faltou divulgação dos fatos, mas tudo foi feito dentro da maior lisura possível. Alguns destes projetos foram discutidos entre as pessoas que estão sempre auxiliando a presidência da CBE.

Fico muito triste de que atletas novos estejam sendo influenciados a tomarem posições por motivos emocionais ou de revanchismo de outros atletas mais antigos que viveram em outra época onde form prejudicados e agora por inveja ou outro motivo qualquer não tenham direito aos benefícios que agora aparecem com escassez.

No mais me coloco a disposição para maiores esclarecimentos.

Atenciosamente

Eduardo Romão Gomes


Um exemplo de Fair Play durante o Campeonato Pan-Americano Infantil de 2014.


Amigos,

Estou no Campeonato Panamericano de Esgrima com meu filho menor, Guilherme. Ele está jogando espada e florete pelo Brasil, em uma categoria dois anos acima da idade dele.

Fora o fato do orgulho de competir pelo nosso País, um fato agora me emocionou muito e quero compartilhar com Vocês.

Guilherme acaba de ser eliminado nas oitavas de final. Perdeu de 10 a 9. Ele ganharia o jogo. O Árbitro deu o toque em favor dele. Ele foi ao Árbitro e disse que ele estava enganado, que não havia tocado o adversário. O Árbitro tirou-lhe o ponto. Ele perdeu. Deixou as pessoas impressionadas com seu fair play olímpico. Um menino no meio dos grandes que poderia estar entre os oito melhores da América, vai ao Árbitro e comunica o erro. E é eliminado da prova por sua atitude, de um ponto que não lhe seria justo.

Esse é o maior exemplo que posso ter de alguém que sabe os valores olímpicos, que aprendeu no berço e que honra as tradições Olímpicas e esportiva da nossa família.

Também é fruto dos ensinamentos de ética no esporte que os Mestres Régis Trois, Ricardo Ferazzi e Carla Evangelisti professam na sala de esgrima do Club Athletico Paulistano. Antes de formarem Atletas, formam pessoas de caráter.

Hoje nosso campeão brasileiro, sulamericano e de tantos outros torneios nacionais e internacionais sai daqui mais campeão do que nunca.

E no sábado tem o Florete.

Alberto Murray Neto

Texto de email vindo do pai do esgrimista Guilherme Murray


Celebração do Acordo de Cooperação entre a CBE e Centro de Capacitação Física do Exército.


Prezados Amigos,

Versa o expediente sobre a assinatura de Instrumento de Parceria, celebrado entre a Confederação Brasileira de Esgrima - CBE e o Centro de Capacitação Física do Exército - CCFEx.

Informamos, com grande satisfação, que após vários anos de tratativas a CBE assinou no dia 8 de agosto de 2014, com o CCFEx, o Acordo de Cooperação para uso do Centro de Excelência de Esgrima - CEE, localizado nas instalações daquela tradicional organização militar com duração de 5(cinco) anos, cujo texto em sua íntegra estará disponibilizado em nosso site oficial.

Para conhecimento, o Acordo de Cooperação é um instrumento celebrado entre Órgãos e Entidades Públicas de qualquer esfera de governo, inclusive entre estes Órgãos e Entidades Privadas, com vistas à consecução de objeto de interesse comum ou coincidente entre os partícipes por meio de mútua cooperação, sem a transferência de recursos financeiros.

Tal iniciativa teve, originariamente, a visão e empenho pessoal de dois grandes ex-atletas responsáveis pela planificação e execução do projeto original bem como a obtenção dos recursos públicos para a construção do CEE, General de Exército Augusto Heleno, o ex-Presidente da CBE, Cel. Arthur Teles Cramer Ribeiro e parceria incondicional do nosso Comitê Olímpico do Brasil - COB, na pessoa do seu atual Presidente, Dr. Arthur Nuzman.

O Centro de Excelência de Esgrima, situado no Centro de Capacitação Física do Exército - CCFEx e Fortaleza de São João, Urca, RJ, está dotado de material e equipamentos de excelência, destinados aos treinamentos de alto rendimento da modalidade e disponível para toda comunidade, nossas Federações e EPDs, vocacionado para o intercâmbio com os esgrimistas e Federações internacionais, atletas militares esgrimistas do alto rendimento, onde se incluí os nossos pentatletas, bem como para a realização de seminários e "camping training".

Para celebrar o início desta parceria, agora oficial, a CBE, o CCFEx e a Federação Internacional de esgrima - FIE, realizarão no período de 11 a 13 de outubro do corrente, um Seminário de Arbitragem Internacional e prova de habilitação, objetivando qualificar árbitros de esgrima de todo o Continente Americano, com vistas aos J.O. Rio 2016. Sem dúvidas, uma grande vitória para Esgrima Brasileira.

Atenciosamente,

GERLI DOS SANTOS
Presidente da CBE

Acordo de Cooperação na íntegra



Visita do Presidente do Comitê Olímpico Internacional ao Comitê Olímpico Brasileiro

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, visitou no dia 10 de julho a sede do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), no Rio de Janeiro, na oportunidade foi apresentado ao ilustre convidado o planejamento esportivo da Entidade para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A visita foi muito festejada por todos os presentes por ser a primeira vez que um presidente do COI visita o COB.

O Presidente do COI estava acompanhado do presidente da Comissão de Coordenação dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Nawal El Moutawakel; o diretor executivo de Jogos Olímpicos do COI, Gilbert Felli; o membro do COI, Bernard Rajzman; o secretário executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, que representou o Ministro do Esporte Aldo Rebelo; diretores do COB e presidentes das Confederações Brasileiras Olímpicas, além de atletas e ex-atletas, como Thiago Pereira (natação), Giba (vôlei), Fabiano Peçanha e Robson Caetano (atletismo), Hortência (basquete) e Gabriela Cecchini (esgrima), entre outros.

O presidente do COI destacou o profissionalismo do trabalho do COB e os investimentos que estão sendo realizados em prol dos atletas. "O Comitê Olímpico Brasileiro está fazendo todo o possível para ter uma grande participação nos Jogos Olímpicos Rio 2016. É importante perceber como vocês estão usando as Ciências do Esporte nesse processo porque tudo o que podemos fazer é dar aos atletas a oportunidade para brilhar", afirmou o presidente do COI. "Mantenham esse trabalho para o sucesso de seus atletas. Tenho certeza de que teremos uma grande celebração em 2016 e o mundo vai ver o que o Brasil é capaz de fazer. Boa sorte", desejou Bach, campeão olímpico de esgrima nos Jogos de Montreal 1976.

Após a apresentação, Thomas Bach percorreu as dependências da sede do COB e conversou com funcionários da entidade. Além da boa impressão do planejamento esportivo da entidade para 2016, o alemão mostrou-se satisfeito com a organização e estrutura de trabalho do comitê.

"É uma grande honra receber, pela primeira vez na história, a visita de um presidente do COI ao nosso Comitê, o campeão olímpico Thomas Bach", disse o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman. "É importante mostrar os nossos projetos e como estamos trabalhando para o desenvolvimento sustentável do esporte olímpico brasileiro, que vai além da conquista de medalhas nos Jogos Rio 2016", disse Nuzman.

Durante a visita, Bach descerrou uma placa comemorativa aos cem anos do COB.

Fonte: Site do COB


Árbitro Rober Yamashita se afastará para uma missão no exterior


Esgrima encerra Jogos Sul-americanos com melhor resultado da história

As competições de esgrima dos Jogos Sul-americanos Santiago 2014 se encerraram nesta segunda-feira, 17 de março, e o Brasil terminou como protagonista, ao conquistar as duas medalhas de ouro que estavam em disputa, ambas por equipes. Primeiro, a seleção feminina de espada venceu a da Venezuela por 45 a 42; em seguida, a seleção masculina de florete derrotou a do Chile, por 45 a 31. No geral, o Brasil conquistou 8 medalhas (4 de ouro, 3 de prata e 1 de bronze) e terminou na primeira colocação no quadro geral de medalhas da modalidade. Foi o melhor resultado da história da esgrima brasileira.

"O que as meninas fizeram hoje é de se aplaudir, principalmente porque elas têm pouco tempo de esgrima, se se comparar com as atletas de outros países", disse o treinador da equipe brasileira de espada, Evandro de Oliveira, que fez questão de elogiar Cleia Guilhon, a brasileira que encerrou o primeiro combate do dia.

"Ela é muito boa, mas sofreu muito com uma série de lesões, e agora foi recompensada".

Cleia disse que, para superar, no confronto final, a venezuelana Maria Martinez, precisou se concentrar bem e superar seus próprios erros.

"Ela estava encostando no placar, então tive que me acalmar, prestar atenção onde eu estava errando, para poder derrotá-la. Não foi fácil, ela é muito experiente, já foi a dois Jogos Olímpicos", contou Guilhon, que formou equipe com Rayssa Costa, Bianca Dantas e Amanda Simeão.

Após a vitória das meninas, foi a vez de a seleção brasileira masculina de florete entrar em ação, com Ghislain Perrier, Fernando Scavasin, João Antônio Souza e Guilherme Toldo. Num confronto um pouco mais tranquilo do que o anterior, a equipe brasileira construiu um placar dilatado e conquistou o segundo ouro do dia.

"Ficamos concentrados, treinando cerca de duas semanas, só para esta competição. E numa competição por equipes, não basta um só estar bem, todos têm que estar", disse Guilherme Toldo, de 21 anos, um dos destaques da esgrima brasileira.

Fonte: Time Brasil


Fernando Scavasin conquista prata nos Jogos Sul-Americanos Santiago 2014


Acompanhe os resultados aqui: Site oficial dos Jogos Sul-Americanos Santiago 2014


Ricardo Machado se reelege Presidente da Confederação Sul-Americana de Esgrima


Gabriela Cecchini conquista 2º lugar na Maratona de Florete na França


Resultados completos: Site oficial da Maratona


Nota de falecimento



Na data do dia 01 de fevereiro de 2014 o padrasto do funcionário Robson Rossi, veio a falecer.

O funcionário Rodrigo Fontes esteve no velório e transmiti os sentimentos em nome da CBE.


Gabriela Cecchini vence na categoria "Melhor Atleta do Ano" por modalidade, o 15ª Prêmio Brasil Olímpico


Entrevista do Presidente ao repórter Danilo Vital do Portal Terra.

Segue na íntegra a entrevista.



1) Qual é a sua opinião sobre a MP 620? Acha benéfica?

A Exemplo de outros Projetos que ainda tramitam no Legislativo, na prática, este pretende alterar trechos da Lei Pelé (Lei nº 9.615, de 24 de março 1998), objetivando estabelecer regras de reeleição e de duração dos mandatos dos dirigentes de entidades desportivas. Segundo o projeto de lei, os presidentes de entidades esportivas só poderão ser reeleitos uma única vez e o tempo máximo de cada mandato não pode ser superior a quatro anos, objetivando disciplinar entidades privadas, como a Confederação Brasileira de Futebol - CBF, o Comitê Olímpico Brasileiro - COB, suas Confederações filiadas, Clubes e Federações Estaduais de Futebol que por ventura se utilizam de recursos públicos.

Quanto a essas Entidades, na verdade a CBF e as suas respectivas Federações Estaduais, Clubes, etc, estarão fora desta abrangência, haja vista que os recursos para elas, oriundos de possíveis verbas públicas são insignificantes ou nenhum e com certeza essas Entidades deverão sobreviver, como já ocorre, dos recursos próprios de imagem, cotas de bilheteria e os de fomentos privados (patrocinadores). Na prática as únicas Entidades que serão atingidas se restringem às Confederações Desportivas Nacionais. Aprovado, segue para a presidente Dilma Rousseff, para sanção presidencial e a consequente e necessária regulamentação.

Da forma como foi editada ficou transparecendo que tal medida teve por objetivo maior, em apelo popular, combater possíveis desvios de conduta ou mesmo de corrupções de toda ordem por parte de alguns dos atuais gestores institucionais. Como já declaramos publicamente e em diversas oportunidades, evidentemente, que concordamos com o combate a corrupção no esporte ou em qualquer setor de nossa sociedade e em todos os níveis, entretanto, a dosagem do remédio adotado me parece não ser a mais adequada. Só o tempo de mandato não delimita caráter nem conduta infratora. Assim, os mandatos devem ser limitados sim pelo fato do rodízio ser salutar e racional entretanto, antes de se adotar apenas prazo, as questões deveriam ou poderiam terem sido melhor debatidas entre as partes envolvidas, o que não ocorreu e depois disto sim, tomadas as decisões. Ainda, se dúvidas existem quanto a lisura de algumas administrações, que os órgãos fomentadores e fiscalizadores executem as devidas e competentes auditorias, ou de natureza própria ou mesmo por meio do nosso Ministério Público.

Concordamos, ainda, com a ideia quanto a alternância de poder por ser medida saudável para a gestão pública e para a democracia. Particularmente, quanto a idoneidade e correção com a coisa pública, posso afirmar que a CBE não se enquadra em nenhuma hipótese desabonadora. Somos honrados, não somos corruptos, não exercemos malversação das verbas que recebemos, não empregamos parentes, não privilegiamos outras entidades da mesma natureza, somos auditados anualmente e rotineiramente prestamos conta de todas as nossas atividades administrativas. Salvo melhor juízo, o que importa também, não é tão somente o tempo de mandato dos dirigentes esportivos, mas outros fatores como eficiência de gestão, transparência administrativa e correção de atitudes. Como esclarecimento, a grande maioria dos Presidentes exercem paralelamente ao exercício de seus mandatos outras atividades profissionais, pois não conseguem se dedicar, exclusivamente, à direção de suas Confederações em razão de ser uma atividade não remunerada e que por isto, em sua grande maioria, continuam exercendo as suas profissões, no meu caso particular advogando, tanto na esfera pública como na esfera privada.

2) Há uma linha de pensamento que leva a crer que, com a limitação de mandatos, pode ser mais difícil para dirigentes brasileiros alcançarem presença e cargos em entidades internacionais. Concorda com isso? O que poderia ser feito neste caso?

Sou de opinião que deveríamos seguir ao Comitê Olímpico Internacional - COI, como mandato total de 12(doze) anos a fim de termos tempo suficiente para ficarmos conhecidos e assim, atuarmos nos organismos internacionais. Dos atuais presidentes de Confederações, acredito que mais de dois terços deles se encontram em segundo mandato e deverão atingir os doze anos independentemente do prazo estabelecido no Projeto de Lei. Eu, particularmente, só agora no curso do meu segundo mandato ( até 2017), fui eleito para integrar a comissão jurídica da Federação Internacional de Esgrima - FIE e a Vice presidência da Confederação Pan americana de Esgrima. E qual a vantagem destas ações? Poderemos estar presentes, acompanhar, opinar, debater e decidir internacionalmente, em questões de importância técnica para a nossa modalidade como a manutenção das atuais oito vagas para a esgrima nos próximos Jogos Olímpicos Rio 2016. Sem esta presença física poderíamos ser surpreendidos, como ocorreu recentemente com as Lutas Associadas, excluída e posteriormente reintegrada aos JO. Cito como exemplo, ainda, algumas Confederações que só agora estão atingindo o pódio internacional com qualidade, após um período de médio prazo de gestão desportiva dos seus dirigentes. Judô, a Canoagem e a própria Esgrima são alguns exemplos.

Alguns outros temas ao meu ver deveriam, também, ser debatidos como a adoção de uma política pública voltada para o esporte em geral através de um Plano Nacional do Desporto (escolar, de base e de alto rendimento), em atendimento as reais necessidades do Brasil, nesta área.

3) A MP 620 precisa ser sancionada pela presidente Dilma para começar a valer. Caso isso ocorra, quais são as adaptações que a Confederação Brasileira de Esgrima terá de fazer para se adequar?

Ele segue para a presidente Dilma Rousseff, para sanção presidencial e posterior regulamentação a fim de se viabilizar a sua execução. Após tais ações as Entidades deverão adequar os seus estatutos em atendimento à legislação aprovada e sancionada.


Aplicativo Esgrima

No mês de setembro foi lançado mais um divulgador da esgrima no país. Disponível na App Store, para o iPhone, o iPad e o iPod, o aplicativo "Esgrima" possui diversas funcionalidades que facilitam a vida do atleta. Dentre suas principais características estão:

­ Competições (calendário, cidades, ofícios, ranking, resultados e competições aos vivo);
­ Locais de treinamento (currículo de professores, horários de treinos, como chegar nas competições, preços das passagens e dos hotéis);
­ Notícias;
­ Redes sociais;
­ Loja de Material de Esgrima;
­ Informações do Bolsa Atleta (Brasil);
­ Esgrima Paralímpica;
­ Esgrima na categoria Master e abaixo de 20 anos;
­ Estatística de rendimento nas competições por atleta.

Muitas dessas possibilidades também estão disponíveis na parte internacional do aplicativo, permitindo o acompanhamento rápido das principais notícias, ranking e resultados da esgrima mundial.

Conforme informado pelo desenvolvedor, nas próximas atualizações estará disponível o gráfico individual do rendimento dos principais atletas de cada categoria nas competições nacionais, além de melhorias no design, calendários com os ofícios das competições em anexo, etc.

Vale ressaltar que este aplicativo não é somente voltado aos atletas, mas também aos dirigentes, familiares ou amante do esporte. Ele possui diversas opções de vídeos, locais de treinamento, horários dos treinos e material de esclarecimento sobre o esporte para aqueles que desejam aprofundar ou conhecer o esporte.

por Bruno Xavier
Onde encontrar: Apple.com


Convênio garante experiência internacional na esgrima visando a Rio 2016

"A esgrima é um esporte de combate. Treinar com atletas de países da Europa é importante para melhorar o nível de competição dos brasileiros". A afirmação é do atleta Renzo Agresta, o brasileiro mais bem colocado no ranking internacional da modalidade. Além de ter sido sete vezes campeão brasileiro, duas vezes campeão pan-americano e eleito sete vezes o melhor atleta do ano na modalidade, ele representou o Brasil em três Olimpíadas consecutivas. No caminho até 2016, o esgrimista contará com o apoio de um convênio entre o Ministério do Esporte e a Confederação Brasileira de Esgrima (CBE).

O valor do repasse do Ministério para a CBE é de R$ 1,1 milhão e atenderá nove atletas das seleções brasileiras masculina e feminina de sabre, florete e espada. Além de Renzo, Guilherme Toldo, Fernando Scavazin, Heitor Shimbo, João Souza, Rayssa Costa, Athos Schwantes, Tais Rochel, e Karina Lakerbai. Os recursos proporcionarão experiência internacional em estágios e nas principais competições da temporada de 2014 - o segundo ano do ciclo olímpico -, visando melhorar a classificação dos brasileiros no ranking mundial.

Os atletas ganharão o suporte financeiro durante competições internacionais, como os Jogos Sul-Americanos, que acontecem em março do próximo ano, no Chile, o Campeonato Pan-Americano e o Campeonato Mundial. Os recursos custearão os gastos com passagens e hospedagem dos atletas. "Algumas competições ocorrem anualmente e contam pontos para o ranking. É fundamental a participação dos nossos atletas a fim de buscar pontuação, já que a classificação define os nomes que estarão nos Jogos Olímpicos", explica o vice-presidente da CBE, Ricardo Machado.

"Para qualquer atleta de alto rendimento, em qualquer esporte, é importante a permanente atuação junto aos melhores de sua modalidade, participando de competições e treinamentos diversos. O convênio, embora contemple apenas parte de nossa equipe principal, possibilitará que nossos atletas tenham essa vivência indispensável para quem pretende evoluir dentro de um planejamento de médio e longo prazo", completa Machado.

Para o sabrista Renzo Agresta, o planejamento da confederação vem ao encontro dos objetivos dos atletas. "Com o apoio destes recursos, vamos fazer todo o possível para que possamos chegar à nossa meta de buscar uma medalha nos Jogos Olímpicos do Rio 2016", destaca. Segundo ele, os investimentos na modalidade revelam a preocupação em firmar ações que ultrapassem os resultados em Jogos Olímpicos. "Investir no atleta é investir também no Brasil. O investimento traz mais do que apenas medalhas, porque também contribui para construir uma cultura do esporte no país", diz.

Investimentos na esgrima

Para construir um legado pós Jogos Olímpicos na esgrima, o apoio do governo federal tem sido constante. Em 2011, o Ministério do Esporte firmou convênio com a CBE para a aquisição de materiais e equipamentos para os atletas da modalidade. O repasse foi de R$ 1,2 milhão. O material foi importado da Alemanha e destinado a federações e clubes que treinam os atletas da modalidade, como o Pinheiros, em São Paulo; a Sogipa, em Porto Alegre; e a Escola de Educação Física do Exército, no Rio de Janeiro.

Entre os materiais adquiridos com os recursos do convênio estão pistas de alumínio, aparelhos de sinalização de toques com monitor, carretel de conexão entre os esgrimistas e o sinalizador, cronômetros e balanças digitais, além de kits completos de roupa, máscaras, luvas, protetores, coletes, armas e ponteiras para florete, sabre, espada. "Esse material já está sendo entregue em parcelas para os nossos atletas", destaca o vice-presidente da confederação, Ricardo Machado. O material dará suporte aos treinos de 48 atletas de alto rendimento e aos jovens da categoria de base.

por Paula Braga
Foto: Divulgação
Ascom - Ministério do Esporte

Fonte: Ministério do Esporte


Esgrimista Brasileira conquista bronze no Campeonato Mundial Cadete

Gabriela Cecchini, do Grêminio Náutico União, conquista medalha de bronze no Campeonato Mundial Cadete, na Croácia.

Hoje o Brasil festeja, pelas mãos e ágeis pernas de uma Gauchinha extremamente inteligente... que começa fazer história no Florete Feminino Brasileiro. Acho que não precisaria falar o nome, pois as redes sociais em nosso meio estão falando muito disso... Mas, ela se chama Gabriela Cecchini, atleta do GNU de Porto Alegre.
Hoje, Gabi mostrou que é possível conquistar a cada vez mais... subindo ao posto de Medalhista de Bronze no Florete Feminino Individual, categoria cadetes, no Campeonato Mundial em Porec, Croácia.
Nossos respeitosos e felizes cumprimentos a esta Campeoníssima, motivo de nosso orgulho.
Parabéns Gabriela Cecchini, parabéns aos técnicos Alexandre Teixeira, Emerson Correa e Eduardo Nunes que muito suaram e estão tão felizes quanto todos nós aqui.
Agora, amigos, chega de papo que ainda tem muito pela frente... Espero poder dar mais notícias como esta...

Texto por Regis Trois
Fonte: Resultado Oficial


Eleição para a Comissão de Atletas.

A eleição será feita durante o Torneio Nacional Cidade de São Paulo de 2013.

A Comissão de Atletas da CBE foi inspirada na Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e tem como principal objetivo atuar como canal de comunicação entre os atletas e a CBE, oferecendo sugestões e recomendações sobre quaisquer assuntos relacionados a modalidade e seu desenvolvimento.
Junto ao atleta Renzo Agresta indicado pela CBE, atleta esse já integrante da comissão de atletas do Comitê Olímpico Brasileiro, serão eleitos outros dois integrantes para comporem a comissão de atletas da nossa entidade. Os candidatos deverão ter idade não inferior a 18 anos e, ainda, serem integrantes da equipe de alto rendimento da CBE, sendo que a escolha recairá entre os dois mais votados; em havendo empate, a vaga será concedida ao atleta mais velho. Caso o atleta escolhido abdique de sua vaga, esta será concedida ao candidato não eleito conforme a ordem de classificação do resultado final da eleição. Após a divulgação do resultado final, caberá à CBE a nomeação dos mesmos. Os atletas a partir dos 15 anos poderão votar nos atletas candidatos.
O tempo de mandato da nova Comissão de Atletas do CBE irá até o fim do ciclo olímpico, em 2016.
Os objetivos da Comissão são: ser o principal meio de comunicação dos atletas com a CBE; estabelecer um ambiente de discussão onde os atletas possam compartilhar informações e ideias relacionadas ao desenvolvimento e suas atividades na esgrima; oferecer sugestões e recomendações sobre qualquer assunto relacionado a realidade dos atletas na modalidade; analisar a adoção dos melhores modelos, técnicas e padrões para o desenvolvimento dos atletas brasileiros; representar os direitos e interesses dos atletas e formular recomendações a este respeito; apoiar o desenvolvimento da educação dos jovens através do esporte.
A eleição será realizada no Torneio Nacional Cidade de São Paulo entre os dias 29 a 31 de março de 2013 no Esporte Clube Pinheiros, até às 12h do dia 31 de março e sua apuração será realizada logo em seguida.
Para os interessados ao cargo deverá encaminhar sua candidatura para o e-mail
comissaodeatletas @ brasilesgrima.com.br até o dia 22 de março..


"Turma de Mestre d'Armas - EsEFEx
Vinte anos depois!"

Segue relato de um aluno do Curso de Mestre d´Armas de 1993/1994

Brasília 06 de fevereiro de 2013.

VINTE ANOS DEPOIS!

Fevereiro de 1993, precisamente há vinte anos iniciava a minha aventura no Curso de Mestre d´Armas na EsEFEx. Começavam ali os dois anos que viriam a mudar minha vida para sempre.
Um jovem de 19 anos sem nenhuma experiência na Esgrima, vindo de uma cidade que não tinha Esgrima de competição, apenas uma simplória Esgrima de colégio militar. Que nunca na vida tinha jogado um combate elétrico, totalmente despreparado para cursar uma das mais difíceis e tradicionais escolas de especialização do Brasil.
Porém com a graça de Deus, encontrou em seu caminho as pessoas as quais precisava para dar a ele todo o apoio moral necessário para a quase impossível missão para um jovem e ainda adolescente.
Não tenho dúvidas que se meus companheiros, mestre e instrutor fossem outros eu não teria chegado ao fim. Lembro-me da minha chegada à escola, totalmente perdido e com um florete mudo.
Sendo recebido pelo meu instrutor, sempre gentil, o então Cap. Gerli o qual ostentava um bigode que a muito, graças a Deus, abandonou.
Lembro-me da minha chegada ao nosso alojamento, sendo recepcionado com um sorriso por um dos mais talentosos e humildes treinadores de florete que já tive a oportunidade de ver nos últimos vinte anos, sem dúvida entre os cinco melhores que já vi. Meu amigo e irmão Alexandre Teixeira.
Recordo de sentir-me um zero a esquerda diante das narrativas épicas e heroicas de seus combates de florete, do meu grande e fiel amigo Eduardo Romão, da ansiedade que nós jovens tínhamos da chegada do nosso grande amigo, mestre e eterno guru e sempre mal humorado, César Leiria.
Claro não posso esquecer-me do eterno xerife, Newton Centurião, querido amigo, sempre bem vestido em seu discretíssimo agasalho roxo brilhante, adornado da inseparável pochete e seu cigarro. Dono de seu famoso bordão "PEIXINHO". Graças ao nosso xerife nosso estoque de refrigerantes no quarto nunca faltava e toda sexta fazíamos nosso churrasco acompanhado do mesmo cardápio dos Generais da ESG! Não me pergunte como!
E claro que Deus o tenha no seu melhor lugar, nosso falecido prematuramente, Mestre Dominique Solari. Que só depois de passados meus 25 anos, geralmente aonde a arrogância também começa a diminuir, comecei a dar á ele o valor que ele merecia.
Brincadeiras a parte era uma turma trabalhadora, dedicada e guerreira, que costumava montar pistas até às seis da manhã e as sete já estava de banho tomado, pronta para arbitrar o dia inteiro.
Uma turma que após vinte anos reúne incontáveis títulos nacionais, sul americanos, pan-americanos, mundiais de PAIM, medalhas em provas da FIE, treinador olímpico e paralímpico, árbitro olímpico e paralímpico e até um Presidente de Confederação.
Talvez esta turma não tenha parado para pensar no tamanho da sua contribuição para a Esgrima Brasileira.
Vinte anos depois tendo passado por tudo que passei, vivido tudo que vi agradeço a Deus por estas pessoas terem feito e ainda fazerem parte da minha vida. E não tenha dúvida, eu faria tudo novamente, talvez com alguns retoques, mais faria tudo.
No último dia de nosso curso em 24 de outubro de 1994, sentados na praia de fora, TEX e eu nos perguntávamos onde estaríamos depois de dez ou vinte anos. Talvez estejamos mais longe do que esperávamos, menos grana com certeza, porém mais vividos, calejados ,sabendo um pouco, desconhecendo muito.
Pessoalmente vinte anos depois estou eu recomeçando em novas paragens, renovando minha vida, buscando a sorte em outras terras. Mas quando olho para trás e lembro da nossa turma, tão famosa também pelo seu samba de qualidade, decido terminar esse muito obrigado aos amigos, citando o mestre Jorge Aragão e pedindo licença a ele para trocar a letra.

"QUEM FOI QUE FALOU QUE EU NÃO SOU UM MOLEQUE ATREVIDO".
FICO FELIZ DE SABER O QUE FIZ PELA ESGRIMA FAÇA O FAVOR.
"RESPEITE QUEM SOUBE CHEGAR AONDE A GENTE CHEGOU"


Um grande beijo a todos!

Evandro Oliveira

Mestre da FIE / ESEFEX-Urca-RJ / 1993-94


Associação Brasileira de Esgrimista - ABE - elege nova diretoria.

Eleição ocorreu no dia 29 de setembro de 2012.

A ABE elegeu no dia 29 de setembro de 2012, cujo mandato durará do dia 01/01/2013 até o dia 31/12/2014. Segue a nova composição:

Diretor Presidente:  Maria Julia de Castro Herklotz
Diretor Administrativo: Heitor Shimbo Carmona
Diretor Financeiro: Rodrigo José Marcondes Pedrosa Oliveira
Diretor Técnico: Renzo Pasquale Zeglio Agresta
Diretor de Divulgação: Carlos Henrique Costa Moreira
Conselho Fiscal: Evandro Landulfo Teixeira Paradela Cunha; Fernando Augusto Dias
Scavasin e João Antônio de Albuquerque e Souza
Suplentes: João Pedro Reynaud Russo e Henrique de Morais Rochel




Renzo Agresta foi eleito membro da Comissão de Atletas do COB.

A eleição foi on-line no dia 31 de janeiro de 2013.

O esgrimista Renzo Agresta foi eleito membro da Comissão de Atletas do COB na eleição on-line realizada no dia 31 de janeiro de 2013 entre os atletas do Time Brasil participantes das últimas edições dos Jogos Olímpicos.

Fonte: TimeBrasil


Nota de falecimento

Infelizmente informamos o falecimento no dia 1º de fevereiro de 2013 do Senhor Vitor Holzer, o qual fez parte do mundo da esgrima sendo ex-Presidente da Federação Paulista de Esgrima.



Brasil elege dois representantes em comissões da FIE

Segue texto da carta do Presidente da Federação Italiana de Esgrima

Estimado Ricardo Machado,

Es un gusto enformarte que hemos logrado otro pequemo resultado: Usted estuvo nombrado como miembro de la Comision disciplinar de la FIE.
De hecho todo lo que es legal es do Brasil: El presidente Gerli en la comision Legal , Usted en la disciplinar me parese de vera un buon resultado.
Hasta adelante.

Giorgio Scarso

Fonte: FIE Comissão Jurídica Comissão Disciplinar


Atleta Christine Botros vence o Campeonato da Liga de Versalhes

Competição ocorreu na cidade de Gonesse (Regiao metropolitana de Paris) no dia 27 de outubro de 2012

Fonte: le Site de la Ligue d'Escrime de Versailles


Agradecimento do Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro

Segue carta recebida pelo Presidente Gerli dos Santos

Estimado Presidente e Amigo Gerli,
Venho, pelo presente, sensibilizado, agradecer a Vossa Senhoria o apoio concedido, que culminou na minha reeleição e a do Dr André Richer à Presidência e Vice-Presidência, respectivamente, do Comitê Olímpico Brasileiro, para o período de 2013 a 2016, ocorrida na Assembleia Geral do dia 5 de outubro de 2012.
Tenho muito orgulho de poder contar com a sua confiança e importante parceria, que me incentivam a prosseguir, com afinco e dedicação, a minha nobre missão de fomentar o Movimento Olímpico Brasileiro.
Permaneço a sua disposição para trocarmos ideias e traçarmos novas estratégias, pois tenho ciência de quanto este debate é fundamental para que possamos alcançar os objetivos traçados para o próximo quadriênio.
Neste ciclo que ora se inicia, teremos a honra de sediar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016T, ocasião em demonstraremos a nossa capacidade de realizar, com elevado nível de excelência, o maior evento esportivo do planeta.
Neste momento inédito e histórico para a América do Sul, teremos ainda o grande desafio de posicionar o Brasil no grupo do Top 10, consolidando um novo patamar do esporte de alto rendimento no nosso país.
Ao reiterar meus sinceros agradecimentos, aproveito a oportunidade para renovar votos de elevada estima e apreço.
Saudações Olímpicas,

Carlos Arthur Nuzman
Presidente
Comitê Olímpico Brasileiro

Fonte: COB


Técnico da seleção brasileira chega para implantar a esgrima no Piauí

Projeto nos moldes do badminton piauiense quer tornar Estado referência nacional no esporte.


Foto: Evelin Santos/Cidadeverde.com

Os primeiros passos para a implantação da esgrima no Piauí foram dados na tarde desta quinta-feira (30). Evandro Oliveira, técnico da seleção brasileira desde 2008, e Paulo Henrique Gomes, auxiliar técnico da equipe do Distrito Federal, iniciaram um curso para estudantes de Educação Física convidados para difundir o esporte.
O projeto conta com o apoio da Confederação Brasileira de Esgrima e segue os moldes do usado para implantar o badminton no Estado. A meta é que o sucesso seja o mesmo e o Piauí se torne referência nacional na modalidade.
As aulas começaram na faculdade Novafapi e seguirão até o dia 7 de setembro, na academia Eugênio Fortes da avenida Marechal Castelo Branco, Ilhotas, zona Sul. Os estudantes estão sendo orientados sobre aspectos gerais da modalidade.
Na primeira aula, equipamentos de segurança e as armas usadas - espada, florete e sabre - foram apresentados. O grupo de aproximadamente 20 universitários tirou várias dúvidas, em especial sobre adaptações que possam ser feitas com outros materiais para a realização das aulas com crianças.
"A ideia é a médio, longo prazo, fazer que Teresina seja uma referência na esgrima como é o badminton hoje", disse ao Cidadeverde.com o treinador Evandro Oliveira, que também vai trabalhar na criação de núcleos do esporte em toda a capital, como ocorreu com o badminton. Vestimenta, armas, máscaras e todo o equipamento necessário para a prática do esporte serão disponibilizados - parte já chegou ao Piauí e o restante será recebido nas próximas semanas.
Para reforçar as aulas, a atleta Cleia Guilhon, melhor brasileira da atualidade e vice-campeã pan-americana de esgrima, chega a Teresina na madrugada desta sexta-feira. Além disso, no próximo sábado, durante a Copa Teresina de Judô, no ginásio do Iate Clube, haverá uma demonstração da modalidade para os presentes. Danys Queiroz, presidente da Federação Piauiense de Judô e do Conselho Regional de Educação Física, foi convidado pela Construtora Sucesso, patrocinadora do badminton e agora da esgrima no Piauí, para ajudar na fase inicial de implantação do esporte.
Um dos esportes mais antigos da humanidade, a esgrima uma das poucas modalidades no programa dos Jogos Olímpicos desde a sua primeira edição. Também faz parte do programa de provas do pentatlo moderno. Em 2016, no Rio de Janeiro, o Brasil quer conquistar sua primeira medalha olímpica em uma das três disciplinas praticadas.
Fábio Lima fabiolima@cidadeverde.com

Fonte: Site CidadeVerde.com


Carta de Agradecimento da Federação Italiana de Esgrima

O presidente da Federação Italiana de Esgrima fez uma visita oficial ao Brasil e nos enviou esta carta de agradecimento.

Ao Sr. Gerli dos Santos
Presidente
Confederação Brasileira de Esgrima

Querido Amigo,

En el momento en que he vuelto a Italia mi primer pensamiento se dirige a Usted a los miembros del Comité Ejecutivo, tanto como a los esgrimidores, de la Confederación Brasileña.

De hecho, a través de estas líneas, quiero hacer llegar mi más sincero agradecimiento por la acogida que me dedicaron, hecho que interpreto como una señal de vecindad con la esgrima Italiana, y esto se lo agradezco sinceramente.

En estos días de estadía en Brasil, tuve la posibilidad de apreciar una gran sensación de pertenencia y el espíritu de colaboración que animan a los dirigentes, maestros y esgrimidores de su Confederación y eso es gracias a Usted y del Comité Ejecutivo.

También pude apreciar la organización de los Campeonatos Brasileños y la percepción que tuve es que habrían grandes margenes para posibles colaboraciones adicionales entre Brasil e Italia, y eso a favor de la esgrima.

Es extremadamente significativo e interesante percibir cuanto los esgrimidores brasileños se sienten a gusto en Italian, tanto como yo pude apreciar la amabilidad y la hospitalidad de la Confederación Brasileña y esto con toda seguridad dará la posibilidad de desarrollar nuestras relaciones.

Saludos cordiales.

Giorgio Scarso

Versão em português.

Ao Sr. Gerli dos Santos
Presidente
Confederação Brasileira de Esgrima

Caro amigo,

No momento em que volto para a Itália meus primeiros pensamentos vão para você e para os membros do Comitê Executivo, bem como os esgrimistas da Confederação Brasileira.

Na verdade, através destas linhas, eu quero descrever meus sinceros agradecimentos pela acolhida que tive, fato que eu interpreto como um sinal de proximidade com a esgrima italiana, e a isso eu agradeço sinceramente.

Nestes dias de estadia no Brasil, eu fui capaz de apreciar um grande senso de adequação, e um espírito de colaboração que incentivam líderes, mestres e esgrimistas da Confederação, e isso é graças a você e ao Comité Executivo.

Também pude apreciar a organização do Campeonato Brasileiro e a percepção que tenho é que há grandes margens para possíveis colaborações adicionais entre Brasil e Itália, e sempre em favor da Esgrima.

É extremamente significativo e interessante notar que os esgrimistas brasileiros se sentem bem na Itália, tanto quanto pude apreciar a bondade e a hospitalidade da Confederação Brasileira e isso vai certamente trazer oportunidades de desenvolver as nossas relações.

Com os melhores cumprimentos.

Giorgio Scarso

Foto: Arno Schneider
Referência - site da Federação Italiana de Esgrima
Carta na íntegra


MARICÁ DÁ O PRIMEIRO PASSO PARA A CIDADE DAS OLIMPÍADAS.

Prefeitura firma protocolo com representantes de cinco confederações esportivas nacionais para instalação de centros de treinamento

Uma das metas da atual administração de Maricá, o projeto da Cidade das Olimpíadas deu o primeiro passo para se tornar uma realidade nesta sexta-feira (05/8). O prefeito Washington Quaquá recebeu em seu gabinete representantes de cinco confederações esportivas nacionais, que firmaram com a prefeitura um protocolo de intenções para instalação de seus centros de treinamento na cidade. Na ocasião, a equipe de trabalho da Secretaria de Assuntos Federativos apresentou os projetos de espaço físico dos futuros CTs.

De acordo com o prefeito, quase todos os centros deverão ser instalados no bairro de Itapeba, onde já funciona o espaço da Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTARCO). Ao lado deste, deveram ser abrigados os CTs das confederações de esgrima, tênis de mesa, e atletismo, numa área total de 170 mil metros quadrados. No caso do remo e da canoagem, a intenção e levar os atletas para treinar na lagoa do Boqueirão, no mesmo local onde está instalado o Projeto Navegar.

Falando aos presentes, Washington Quaquá parabenizou o empenho do secretário municipal de Esportes, Aldair Machado, e deu boas vinda a todos os representantes, pedindo a eles que os projetos de cada confederação sejam preparados o quanto antes.

“Estamos bastante entusiasmados com a vinda destes centros de treinamento para nossa cidade, que está aberta para receber os projetos e debater suas possibilidades. Vamos buscar agora levar o que firmamos aqui ao ministro do Esporte, Orlando Silva. Queremos fazer isso ainda este mês”, afirmou o prefeito.

O secretário Aldair Machado acrescentou ainda que, depois de implantados, todos os CTs terão projetos voltados para a comunidade e, principalmente, para as crianças. A instalação dos centros vai transformar num grande complexo esportivo a região dos bairros Itapeba e Parque Nanci, onde deverá começar nos próximos meses a construção do local onde treinaram as divisões de base do Clube de Regatas Vasco da Gama.

Texto: Sérgio Renato
Foto: Paulo Polônio

Fonte: Prefeitura de Maricá - http://www.marica.rj.gov.br/noticias/noticias.php?news=907



ESGRIMA FOI DESTAQUE NO SALÃO BRAZIL SPORTS SHOW. MAIS DE 1.500 PESSOAS VIVENCIARAM A EMOÇÃO DE SER UM ESGRIMISTA.

A Confederação Brasileira de Esgrima através da do programa Petrobras Esporte e Cidadania, participou do Brazil Sports Show, principal salão de esportes do País, que foi realizado em São Paulo entre 11 e 14 de agosto. O Espaço Petrobras Esporte e Cidadania, maior estande do evento com 600 metros quadrados e estimativa de público superior a 70 mil pessoas, realizou vivência esportiva na modalidade esportiva esgrima.

No espaço, se apresentaram as cinco modalidades olímpicas patrocinadas pela empresa. Atletas de destaque da esgrima no ranking brasileiro que pertencem ao Programa Petrobrás estiveram presentes, se apresentando através de aulas de esgrima com seus técnicos e interagindo com o público. Se apresentaram Karina Lakerbai com o técnico da equipe brasileira de sabre feminino Alkhas Lakerbai e Ana Beatriz Bulcão com o seu técnico Miaknovich Guennady., formador de várias estrelas da modalidade no seu país de origem, Russia. Passaram ainda pelo estande a sabrista Elora Pattaro (Petrobras) e atletas que participam do Circuíto Nacional: Ugo Duarte (APE), Vinícius Pereira (CMSP) Luiz Oliveira (CMSP) e Augusto Castro (EEAM). O estande recebeu ainda dois ex atletas que estavam afastados da esgrima, mas que com o reencontro com o esporte, planejam voltar para disputar o veteranos.

A organização da vivência de esgrima, ficou ao encargo da Diretora de Relações Públicas da CBE, Mirani Fernandes, em parceria com a Esgrima Brasil. Segundo estimativas oficiais da organização do evento, mais de 1.500 pessoas tiveram contato direto em pista com a esgrima na modalidade espada. Foram 40 horas de evento, contando com a participação especial em pista do Coordenador de Promoções e Merchandising da Petrobras, Diego Christiano Pila (foto direita). Todos puderam sentir a emoção de vivenciar um combate, realizado com equipamentos de competição e aparelhagem oficial. Os Mestres D'Armas José Acosta e Eugênio Belavary, foram profundos colaboradores com o sucesso do estande.

A mídia foi extremamente receptiva, inclusive na participação em pista. Jornalistas do programa Zapping Zone do Disney Channel, Band Sports e Rede Bandeirantes, estiveram em pista como esgrimistas, vivenciando o lado do atleta. Outras mídias como Rede TV, Oxigen TV, Canal Futura, RIT TV, SBT, ESPN, IG, UOL, Terra, Metro News, Rádio Eldorado/ESPN, Rádio Cantareira, e Estado de São Paulo, entre outras, realizaram matérias com atletas no estande. A Record News, transmitiu com link ao vivo a esgrima, promovendo o evento.

O atleta do Esporte Clube Pinheiros de São Paulo e da equipe brasileira Petrobras Renzo Agresta, foi homenageado na Área de História do Esporte com o Troféu Exemplo Desportivo, em reconhecimento a sua dedicação e resultados conquistados internacionalmente no Sabre Masculino. Surpreso com a homenagem, Renzo se disse "impressionado com a quantidade de público e organização do evento, sendo a oportunidade de visibilidade do esporte importante para incentivar novos atletas e difundir a esgrima brasileira

Texto: Luiz Ribeiro dos Santos - Esgrima Brasil


 

COOPERAÇÃO TÉCNICA ENTRE A CBE E O MUNICÍPIO DE MARICÁ

O Município de Maricá, representado pela Secretaria Municipal de Esportes, celebrou, no dia 5 de agosto de 2011, um protocolo de intenções com a Confederação Brasileira de Esgrima.

O objetivo será a cooperação técnica entre a CBE e o Município de Maricá para, através de celebração de futuros Convênios específicos, realizar ações diversas como a implantação de Centro de Treinamento e o aperfeiçoamento e difusão do esporte, em especial aos alunos da rede pública municipal de ensino.

Tal ação faz parte do planejamento estratégico da CBE, visando a ampliação da base de nossa modalidade, a fim de revelar novos talentos esportivos em parceria com as prefeituras que vêm investindo nas atividades voltadas para o esporte educacional.

VEJA O PROTOCOLO DE INTENÇÕES.


 

ESTÁGIO DE TREINAMENTO NA EsEFEx

Antes e após as competições – individual e equipes – da FIE, na cidade do Rio de Janeiro, foi realizado, no Centro de Excelência de Esgrima, na Escola de Educação Física do Exército, um estágio de treinamento organizado pela CBE.

Participaram as equipes completas do Canadá, China, Estados Unidos, Itália, Polônia, Rússia, Suécia e esgrimistas do Brasil, Tunísia, Taipé, além de atletas da equipe militar masculina de Pentatlo Moderno.

Presentes os mestres d’armas e atletas representando mais de vinte medalhas em Campeonatos Mundiais e Jogos Olímpicos.

Diariamente, as atletas realizaram sessões de treinamento físico e técnico sob a direção do professor Daniel Levavasseur, lições individuais com seus treinadores e assaltos (combates) com diversas fórmulas ou livres.

Arthur CRAMER


CANDIDATURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO PARA O CONGRESSO FIE 2011

Resposta do Vice-Presidente da FIE:
Estimado Presidente,
Me permita felicitarme con Usted y con todo los miembro de junta dirctiva de la Confederacion Brasiliana de Esgrima.
Poner la candidatura para organizar el Congreso del 2011 es un adelanto para nuestro deporte y para la esgrima "do Brasil"-
Le puedo asicurar el total apojo de mi federacion como de los varios amigos que tenemos alredodor del mundo.
Le deseo mucho exito y non vemos a Moscù, donde va hacer un poquito mas de frio que a Rio!!
Hasta pronto.

Giorgio SCARSO

Vice-Presidente da FIE

NACIONAL DE PORTO ALEGRE 2010: A ÚLTIMA ETAPA ANTES DO BRASILEIRO DE ESGRIMA

Foi disputado no Grêmio Náutico União, na sede Moinhos de Vento, o Torneio Nacional Cidade de Porto Alegre de Esgrima 2010 categoria livre. As finais aconteceram no Shoping Iguatemi, onde mais de 140 esgrimistas de seis estados disputaram a etapa porto-alegrense deste Nacional.
O público presente foi muito bom, onde milhares de pessoas que circularam pelo Shopping Iguatemi diariamente puderam ter um contato mais próximo com a modalidade.A realização das apresentações de esgrima e as finais do Nacional de Porto Alegre no Shopping Iguatemi, foram realizadas através do esforço e investimento do próprio Grêmio Náutico União, a exemplo do sucesso e aprovação do público presente na etapa de 2009. A empresa de materiais esportivos para esgrima Fléche foi apoiadora do evento. As finais contaram com transmissão ao vivo via internet através do site oficial da Confederação Brasileira de Esgrima. que gerou as imagens para o mundo inteiro. Inovações tecnológicas permitiram melhor qualidade na transmissão, que vem sendo desenvolvida e terá maiores avanços técnicos para as próximas competições, o que certamente trará mais patrocinadores que querem ter a sua marca associada a um esporte olímpico de rendimento, que vem servindo de exemplo e sendo copiada por outras confederações com este tipo de transmissão.
Florete Masculino - A prova contou com a participação dos melhores do Ranking Brasileiro, onde a qualidade técnica do menor número de inscritos em comparação com as etapas anteriores, foi nivelada por cima. Não teve facilidade para ninguém desde o começo. A rodada de pules classificatórias já anunciava um dia difícil para todos que buscavam resultados e rendimento.
Fernando Scavasin do Esporte Clube Pinheiros e treinado por Miacknovich Guennady conquistou o Ouro sobre o companheiro Heitor Shimbo por 15/10. Guilherme Toldo levou o Bronze sobre Marcos Cardoso por 15/12, diminuindo a diferença na batalha pela quarta posição do Ranking Brasileiro. Jerônimo Machado esteve muito bem, subindo de produção nas etapas disputadas neste ano e terminou em 5° seguido de Lucas Mochko 6°, Pierre Souza 7° e Marco Xavier fechando os 8 primeiros.
Sabre Feminino - As sabristas da Academia Paulista de Alkhas Lakerbai não deram espaço para ninguém. Élora Pattaro levou o Ouro sobre Beatriz Almeida numa final disputadíssima por 15/14. A vencedora das últimas etapas Karina Lakerbai conquistou o Bronze sobre Clarissa Osório por 15/2, seguidas por Denise Fried 5°, Stephanie Groshe 6°, Deise Falci 7° e Giulia Gasparin em 8°.
O ranking mudou, com Karina absoluta em 1°, Élora em 2° e Bia Almeida aparecendo em 3° e Clarissa Osório na 4ª posição.
Espada Masculina - Vitória meceridíssima e Ouro para Ivan Schwantes do Círculo Militar do Paraná sobre Ivan Baumgartner por 15/14, onde a experiência de Schwantes foi fundamental na final. Ambos tiveram um exelente desempenho na competição. Bronze para Athos Schwantes sobre Ricardo Vargas. Richard Grunhauser foi 5°, André Rothfeld foi muito bem e com uma movimentação muito boa terminando em 6°, Guilherme Melaragno 7° e Felipe Azevedo em 8°. Vale destacar a presença de Luiz Rodrigues em 11°, um jovem que vem melhorando o seu rendimento a cada competição.
Pelo ranking brasileiro Athos Schwantes em 1°, Ivan Baumgartner 2°, Richard Grunhauser 3° e Ivan Schwantes em 4°.
Florete Feminino - A floretista Augusta Oliveira do Gremio Náutico União e treinada pelo trio Teixeira/Côrrea e Nunes (foto a esquerda) levou o Ouro sobre Cristhine Botros por 15/14, onde as disputas ponto a ponto foram uma constante e empolgaram os presentes. Thaís Rochel levou o Bronze sobre Sílvia Rothfeld por 15/9 com Fernanda Mansur 5°, Deise Falci 6°, Ana Bia Bulcão 7° e Roberta Mansur 8°.
O ranking brasileiro agora ficou com Thaís Rochel em 1° seguida por Augusta Oliveira em 2° e mais próxima, Ana Bulcão 3° e Cristhine Botros em 4°.
Sabre Masculino - Renzo Agresta do Esporte Clube Pinheiros absoluto com mais um Ouro, desta vez sobre Fabio Souza por 15/5. Souza fez por merecer em estar na final, realizou uma boa competição. William Zeytoulian conquistou o Bronze sobre Tywilliam Guzensky por 15/6. Paulo Teixeira 5°, Luiz Sommer 6°, Pierre Souza aparecendo em 7° e Arthur Whitaker em 8°.
Pelo ranking brasileiro ficou tudo igual com Renzo Agresta em 1°, Zeytoulian 2°, Guzensky 3° e Chahda 4°.
Espada Feminina - Mais uma final mas de casa nova. As atletas do técnico Evandro Duarte agora são UNIBES, o novo centro de treinamento desta forte equipe de Brasília. Rayssa Costa conquistou o Ouro sobre a companheira Cléia Guilhon. Yane Marques conquistou o Bronze sobre Fabiana Teixeira por 15/13. Bianca Dantas mantendo regularidade de resultados em 5° e Marina Tello 6° com mais um bom desempenho, Mariana Daffner aparecendo bem em 7° e Camila Rodrigues 8°.
Pelo ranking brasileiro, Cléia Guilhon em 1° com Rayssa Costa em 2°, Camila Rodrigues em 3° com Bianca Dantas enconstando em 4° e Clarisse Menezes em 5°.
A próxima competição e que fechará o calendário 2010 para a categoria Livre acontecerá na cidade de Curitiba, com a realização do Campeonato Brasileiro de Esgrima, de 14 a 17 de Outubro.A prova conta ainda com a disputa do título de melhor brasileiro 2010 por equipes.
Escrito por Luiz Ribeiro dos Santos

OLIMPÍADAS DA JUVENTUDE EM SINGAPURA - MELARAGNO EM 11° NOS JOGOS OLÍMPICOS DA JUVENTUDE


O Brasileiro Guilherme MELARAGNO terminou na 11ª posição a sua participação na espada masculina nos Jogos Olímpicos da Juventude 2010, que está sendo realizado em Cingapura. Melaragno foi eliminado no q16 pelo polonês Tomasz KRUK pelo placar de 13/15. “Podem ter certeza de que vou fazer de tudo para representar bem o Brasil. Estou tranquilo e confiante, com boas expectativas!” foram as palavras de Melaragno antes da sua participação em Cingapura, onde mesmo eliminado, o placar refletiu um encontro extremamente disputado e equilibrado e que o Brasil tem bons atletas nas categorias de base para serem desenvolvidos e trabalhados, com os olhares voltados para 2016.

O espadista italiano Marco FICHERA conquistou o Ouro numa final muito disputada, ao vencer na final o alemão Nikolaus BODOCZI por 15/14. O Bronze ficou para o canadense Alexandre LYSSOV, ao vencer na disputa o coreano Hu NA BEYONG por 15/13. Os quatro espadistas que disputaram as finais haviam passado a primeira rodada classificatória entre as 4 primeiras posições do geral. A PRIMEIRA SURPRESA Não se esperava que, no dia anterior, o coreano Song conquistasse a sua primeira medalha de Ouro no Sabre Masculino nos Jogos Olímpicos da Juventude, após perder todos os seus combates na rodada de poules. A partir do q16, ele venceu todos os favoritos, incluindo os medalhistas de Ouro e Bronze do Mundial Cadetes 2010. Na final, SONG venceu o italiano AFFEDE por 15/8. Pelo florete feminino, uma das favoritas, Camilla MANCINI, venceu na final a russa Victoria Alekseeva por 15/9. Antes, havia perdido dois combates na fase de poules classificatórias. Importantes personalidades e membros do COI presenciaram as competições de esgrima , especialmente Thomas Bach, Frankie Fredericks, Gilbert Felli e Guy Drut. Bach, campeão no florete masculino nos Jogos Olímpicos de Montreal em 1976 e membro do COI, também teve tempo de visitar a exposição que a FIE promove em Cingapura e promover intercâmbio com conselhos com as crianças presentes para as apresentações e demonstrações de esgrima. Escrito por Luiz Ribeiro dos Santos
Veja, também:


JOÃO SOUZA CONQUISTA MEDALHA DE BRONZE NO CAMPEONATO PAN AMERICADO DE ESGRIMA 2010

O Brasil, com João Souza, conquistou, hoje – 03/08/2010, a medalha de bronze no Florete Masculino no Campeonato Pan Americano de Esgrima 2010, que está sendo disputado em San José, Costa Rica.
Independentemente do resultado que a equipe do Brasil conquiste na prova de florete por equipes, João Souza garantiu a sua vaga para os Jogos Pan Americanos de Guadalajara 2011. Caso o Brasil fique entre os 7 primeiros na disputa entre os 25 países participantes na prova por equipes, teremos a classificação da equipe brasileira, com 2 atletas, disputando o individual pelo florete masculino em Guadalajara 2011, além da disputa por equipes.
De qualquer maneira, a esgrima do Brasil, com João Souza, confirma o nível da esgrima brasileira como uma das melhores das Américas. Países como Cuba, Canadá, Estados Unidos e Venezuela estão entre os 25 países do continente americano que participam da competição.
O resultado é ainda mais expressivo porque o Pan de Guadalajara 2011, prova que soma pontos para o Ranking Mundial da Federação Internacional de Esgrima, é uma competição importante visando a classificação brasileira para os Jogos Olímpicos de Londres 2012.
Com este resultado de João Souza (atleta do Grêmio Náutico União de Porto Alegre e treinado pelo Técnico Alexandre Teixeira), aumentam as chances do Brasil classificar a esgrima para Londres 2012. A Confederação Brasileira de Esgrima mandou a equipe completa de esgrima, visando resultados e classificação para Guadalajara 2011.
Escrito por Luiz Ribeiro dos Santos

PARTICIPAÇÃO INÉDITA E HISTÓRICA DA
ESGRIMA MILITAR DO BRASIL

Desde 1947 até 2009, o Brasil participou dos Campeonatos Mundiais Militares de Esgrima (CMME) do CISM somente com 10(dez) militares no total. Neste ano, 2010, como parte da preparação para os V JMM/ Rio 2011, a Equipe Militar de Esgrima participa do 42° Campeonato Mundial Militar de Esgrima do CISM, na Venezuela.A equipe brasileira já fez história para o desporto militar brasileiro, tendo em vista os seguintes aspectos inéditos:
- delegação de vinte brasileiros;
- 04( quatro) equipes participantes, sendo uma feminina (espada);
- 03(três) árbitros militares, todos arbitrando as finais, trajando a nossa farda;
- técnicos civis brasileiros;
- Cooperação com a Confederação Brasileira de Esgrima (treinamentos,técnicos, atletas e árbitros);
- participação inédita de atletas de alto rendimento na esgrima militar;
- MEDALHA INÉDITA PARA O BRASIL: BRONZE - EQUIPE DE FLORETE MASCULINO

Obs: Participaram do da competição inúmeros medalhistas olímpicos e mundiais de alto nível.

 



Graciano Amorim, Diretor Financeiro da CBE, concluiu o 1º Curso Avançado de Gerenciamento Esportivo (CAGE) organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), com apoio do Movimento de Solidariedade Olímpica (MOSO) e do Comitê Olímpico Internacional (COI). O curso que teve 13 meses de duração, contou com a participação de diversas confederações esportivas, terminou no dia 03 de abril, com a apresentação dos trabalhos de conclusão de curso (TCC). O trabalho apresentado pelo Amorim foi na área de Marketing Esportivo, tendo sido aprovado pela banca examinadora composta de especialistas e membros da diretoria executiva do COB. Amorim, que possui certificação pelo Project Manager Institute (PMI), espera poder ajudar no desenvolvimento dos processos gerenciais da CBE visando ao crescimento da esgrima no Brasil

MEMBRO DE HONRA E MAGNO BENFEITOR

HUMBERTO CALABREZ, O AUTÊNTICO ESGRIMISTA, proporcionou à Assembleia Geral da CBE outorgar-lhe o título de MEMBRO DE HONRA E MAGNO BENFEITOR da ESGRIMA DO BRASIL, devido aos notórios méritos de sua vida dedicada à esgrima, durante mais de meio século, a planejar, a cultivar sementes, a plantar, a colher, a decidir e a agir, de direito e de fato nos deu a honra de sua participação e nos presenteou com a grandeza de muitos benefícios ao desenvolvimento da Confederação Brasileira de Esgrima.
Nos idos de 1960, sua participação em competições foi seguida pela montagem da sala de esgrima do EC Pinheiros, clube onde se projetou e sempre esteve filiado. Assumiu a presidência de Federação Paulista de Esgrima, rapidamente dando-lhe forma e conteúdo, sede e toda a documentação legal, transmitindo a seus sucessores a melhor federação da CBE à época.
Em 1963, foi a figura de base – mais do que um chairman – para a organização das competições de esgrima dos IV Jogos Pan-americanos – São Paulo, realizados no ginásio do CA Paulistano, recém-inaugurado, na qual o Brasil conquistou sua primeira medalha de prata em Jogos, na prova de espada por equipes.
A partir de então, por iniciativa própria, vendo a importância do tema, partiu para viabilizar a existência de material e equipamentos para os esgrimistas brasileiros, à época quase inexistentes no Brasil. Há 50 anos, eram tempos sem os transportes aéreos fáceis e com grandes restrições à importação. Comprava do próprio bolso, pequenas quantidades, sem fins comerciais e atendia aos esgrimistas.
Assim, com visão prospectiva, manteve viva a modalidade, trabalhando em longo prazo, tenaz e persistente, dirigia a seção de um grande clube, fez sua sala d’armas, preparou seus armeiros, contratou mestres d’armas, atuava a nível estadual e nacional, como dirigente e obreiro. Transformou a Federação Paulista de Esgrima, atingindo o maior número de entidades filiadas em uma federação estadual, até nossos dias, realmente praticando esgrima em suas salas d’armas.
Em 1967, seu espírito de integração participativa foi destaque no cargo e funções da chefia da equipe de espada, nos Jogos Pan-americanos de Winnipeg -1967, para a conquista das medalhas de ouro e prata.
Durante muitos anos, mercê do seu exemplo de dedicação proficiente e prestígio pessoal, obteve o apoio de personalidades, empresas e autoridades para os eventos de esgrima. Seu poder de criação artística nos legou medalhas e troféus, inesquecíveis por sua grande beleza, dando prestígio à esgrima perante a imprensa, dirigentes, órgãos governamentais e outros em geral.
A partir de 1972, já não mais sendo vice-presidente da CBE, sua permanente visão prospectiva, agregada à sua vontade de fazer em longo prazo, levou-o a patrocinar a publicação da tradução – em português - dos Regulamentos para as Provas da FIE (as regras) e outros documentos, cursos, estágios, campos de treinamento, sempre em perfeita integração com planejamentos técnicos e detalhados da Confederação, incentivando, apoiando, orientando e sempre disponível.
Em 1987, já não estando à frente da FPE, o peso de sua presença se fez sentir proeminente no apoio material e facilidades à realização dos Campeonatos Mundiais Juvenis de Esgrima, em São Paulo, nos ginásios do Ibirapuera, o mais belo dos Campeonatos até então.
Do mesmo modo, atuou a favor da realização dos Cursos de Mestres d’armas e apoiou a existência de um centro de excelência para a esgrima brasileira. Sua entrega a este amor, chamado esgrima, marcou sua vida e da esgrima brasileira, para o que contou com a efetiva força e entusiasmo de sua família. Filhos e netos praticaram e praticam a esgrima. Em especial, sua admirável esposa, a senhora Julieta Calabrez, eterna companheira das longas jornadas, incentivadora, “secretária” em suas gestões e performances.
ASSIM FOI QUE HUMBERTO CALABREZ SE FEZ PROTAGONISTA DA ESGRIMA BRASILEIRA, fez a história e é inesquecível.
Por isto estará sempre entre nós, ou melhor, sobre nós, em todos os momentos.
MUITO OBRIGADO, “SEU CALABREZ”, O SENHOR FEZ A NOSSA VEZ!
O senhor bem sabe que esta frase marcou nossa amizade e admiração por sua pessoa profícua e querida, que integrou o ótimo grupo gerador do grande salto de qualidade da esgrima no Brasil. Quem viu, bem sabe a realidade!
Esteja com DEUS.


Arthur CRAMER

 

 




Veja as fotos do Curso de Arbitragem, que ocorreu na Escola de Educação Física do Exército, de 07 a 11 de dezembro de 2009.
Acesse também:

 



Parabéns ao Diretor Financeiro da CBE, Graciano Argento Amorim, que foi um dos 2 premiados por trabalho em Recursos Humanos no 2º Encontro Presencial do Curso Avançado de Gestão Esportiva (CAGE) do COB!

O CAGE visa formação de profissionais especializados na gestão de entidades de prática desportiva, com duração de 1 ano e término em abril de 2010, com a apresentação dos trabalhos de conclusão de curso.

 


Veja:

Conheça, COM EXCLUSIVIDADE, o Extrato das Regras e o Quadro de Faltas e Sanções que foram utilizados pelos árbitros, durante os Jogos Olímpicos de Atenas.

Elaborado pela Confederação Brasileira de Esgrima e proposto à Federação Internacional de Esgrima (FIE), deverá desenvolver os conhecimentos da arbitragem, não se tratando de uma mudança nas regras e, sim, de um modo diferente que facilita a compreensão e identificação dos temas procurados.
Em breve, estará sendo traduzido para o português para ser utilizado oficialmente.